ESCS inaugura laboratório de Simulação com tecnologia sustentável

Docente idealiza e projeta espaço para preparar estudantes do Curso de Graduação em Enfermagem para situações reais

Brasília (24/02/2017) – O laboratório de simulação do Curso de Graduação de Enfermagem da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), unidade Samambaia,foi inaugurado em setembro de 2016, mas a ideia surgiu no início do ano passado depois que o docente do Curso Creto da Silva, enfermeiro há 33 anos, viu em artigos científicos sobre a importância da simulação realística no processo de ensino na área da saúde. Apesar do alto custo de laboratórios de simulação, o docente e a Coordenação do Curso pensaram em alternativas com o objetivo de atender à demanda de ensino da Enfermagem, de forma eficiente e dentro do orçamento disponível.

Para isso, Silva, que trabalha assistindo à Unidade Intensiva do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) há 31 anos, reutilizou alguns equipamentos da Unidade que haviam sidos descartados, além disso, contou com a doação de um monitor de computador pelos docentes de Enfermagem da ESCS, e com isso o improvisou para um monitor multiparamétrico, equipamento que está entre os mais requisitados no Brasil, sendo de uso universal e indispensável para qualquer instituição de saúde.

“O objetivo é que a simulação seja a mais próxima do real. Para tanto, foram gravados variados vídeos de traçados eletrocardiográficos e demais informações oferecidas pela monitorização multiparamétrica na UTI do HRT”, enfatizou o docente.

O aprendizado é constatado nas práticas dos estudantes. Este é o caso do discente do último ano de Enfermagem da ESCS Alan Willis, de 20 anos.  “A simulação acontece de forma bem real, o professor avalia por meio da câmera na sala ao lado todas as nossas ações e pelo sistema de áudio vai pedindo para realizarmos procedimentos específicos de acordo com cada tipo de internação. Além disso, o manequim parece bem real porque o professor através do áudio se passa pelo paciente. É um treinamento que ajuda a ter mais segurança e confiança na hora em que vamos praticar na assistência sob a supervisão dos preceptores”, disse Willis. O laboratório possui um sistema de câmeras e comunicação, adquiridos com recursos provenientes de bazares beneficentes realizados na ESCS Samambaia, organizados pela docente e assessora da Coordenação do Curso de Enfermagem, Maria Soneide de Oliveira, e a servidora responsável pelo Laboratório de Enfermagem, Voneide Gonçalves.

Criatividade e sustentabilidade

O manequim, mencionado pelo estudante, foi adaptado pelo professor que, apesar de não ter outra formação além de enfermagem, é conhecido como o professor Magaiver, em inglês “McGyver” – agente secreto de um seriado americano das décadas de 80 e 90 que resolvia tudo apenas usando seus conhecimentos científicos e seu inseparável canivete. Essa habilidade é colocada em prática pelo professor brasileiro por meio de sua curiosidade e disponibilidade em adaptar instrumentos médicos usados em instrumentos reciclados a fim de facilitar o aprendizado do corpo discente.

“A partir da reutilização e a adaptação do manequim entre outros equipamentos foi possível a ampliação de técnicas de procedimentos que farão parte da realidade dos estudantes, como, por exemplo, o uso do cateter venoso central, dreno de tórax, sistema de vasos periféricos, entre outros procedimentos. A atividade prática em laboratório na área da enfermagem permite a gente fazer qualquer coisa desde um simples consultório até uma unidade de terapia intensiva, nós vamos montando de acordo com a  necessidade”, declara o professor.

Docência e profissão - O professor Creto tem uma longa trajetória profissional e também de luta na melhoria da enfermagem e, consequentemente, da assistência à saúde da população. Docente desde 1991, ele passou por várias instituições de ensino, entre elas a Universidade de Brasília, e é um dos responsáveis pela a abertura do curso de enfermagem da ESCS. Ele fala da importância da profissão, mas também do valor do ensino.

“Tenho buscado incansavelmente meios e recursos os quais facilitem o ensino/aprendizagem. Procuro me manter atualizado, ser incentivador da equipe para fornecer uma assistência de qualidade aos pacientes. Sou tido como austero, brigão e mal-humorado. Acredito que sou tudo isso porque quero o melhor para o paciente. Sinto-me completamente realizado, alegre e feliz. Se tivesse que recomeçar, faria tudo novamente”, brinca o professor.

 

 

Inscrições até 12 de março

 

Brasília (01/03/2017) – A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) e vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), torna pública a realização de processo seletivo simplificado 2017 para ingresso nos Programas de Residência em Área Profissional da Saúde – modalidades: uniprofissional e multiprofissional.

 

O processo seletivo público simplificado é regido pelo Edital normativo nº 01, de 24 de fevereiro de 2017, executado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES). As inscrições deverão ser feitas exclusivamente via Internet no endereço eletrônico http://www.iades.com.br até 12 de março de 2017.

 

Vagas - Serão ofertadas 26 vagas nas seguintes áreas de formação: Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Saúde Coletiva e Serviço Social. Os Programas serão desenvolvidos em hospitais, atenção primária e demais cenários de prática da SES-DF.

 

Prova - A prova objetiva será aplicada na data provável de 18 de março de 2017, no turno vespertino, e com a duração de 3 horas e 30 minutos. Os locais, datas e horários de aplicação da prova objetiva serão divulgados no endereço eletrônico http://www.iades.com.br na data provável de 16 de março de 2017. O valor da taxa de inscrição é de R$ 240,00.

 

SES-DF realiza acolhimento dos médicos residentes 2017

420 médicos iniciam a formação em várias especialidades na rede de Saúde do DF

Brasília (3/03/2017) - A Secretaria de Saúde do Distrito Federal SES-DF, por meio da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), instituição formadora dos residentes da SES-DF, realizou acolhimento dos 420 médicos residentes que irão iniciar sua formação como especialistas em diversas áreas e atuarão na Rede de Saúde do DF. Atualmente, a Rede conta com 901 médicos residentes em formação.

Foram dois dias de eventos no auditório da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), mantenedora da ESCS, que teve encerramento na tarde dessa quinta-feira (2/3) com o acolhimento do grupo de 26 médicos residentes em rede das áreas de medicina de família e comunidade, cirurgia geral, anestesiologia, medicina paliativa e psiquiatria da infância e adolescência. Esta residência está em seu segundo ano e durante a formação, os residentes atuarão em diversos cenários de Saúde da SES-DF.

“O objetivo da residência em rede é formar especialistas em medicina com visão crítico-reflexiva, que busquem proporcionar atendimento integral e de qualidade ao paciente, nos diferentes níveis de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS)”, destacou a gerente do Núcleo de Residência da ESCS, Vanessa Campos.

Solenidades - Os acolhimentos contaram com a participação de autoridades de diversos órgãos que apoiam a residência médica da SES-DF. Entre eles, representantes da Comissão Distrital de Residência, da Associação Brasiliense de Médicos Residentes, do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRMDF), dos preceptores e supervisores do Programa de Residência.

O evento contou com a participação do presidente do CRMDF, Jairo Zapata. Ele reforçou a importância de se fazer uma medicina mais séria e forte voltada para a população carente. “É importante que vocês sejam conscientes de que a medicina se aprende com a dificuldade e que nós médicos fazemos a diferença oferecendo uma melhor perspectiva no que tange à dor e ao sofrimento dos pacientes. Devemos atender com dedicação e educação. O papel do CRM é fiscalizar a boa prática da medicina”. A Residência no Distrito Federal teve início ainda na década de 60 e se tornou referência no país. O programa de residência na rede de Saúde do DF é executado totalmente pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal, contanto com uma rede de apoio, entre associações, conselhos, supervisores, coordenadores e gerência.

Programa Os anos de formação variam de 2 a 5 anos, dependendo da especialidade. A Residência Médica é regulada pelo Ministério da Educação (Mec), seguindo suas diretrizes e normas. Os residentes do DF contam com uma bolsa auxílio no valor de R$3.330 e auxílio moradia de R$ 999. O DF é pioneira a oferecer o auxílio moradia aos bolsistas e está entre poucas unidades federativas que atende a orientação do Mec.

Residentes - A maior parte dos residentes vem de outras partes do país. Para a gerente do Núcleo de Residência da ESCS, isso reforça o papel do Distrito Federal que contribui para a formação de especialistas que atuarão no SUS de todo o Brasil. Este é o caso da médica Bruna Andrade, 28 anos, de Minas Gerais.

“A residência da SES-DF sempre foi referência e felizmente passei no processo de seleção e serei residente do Hospital da Ceilândia na especialização de três anos em ginecologia e obstetrícia. O objetivo é continuar a formação depois dessa em mastologia”, disse Bruna.

Egressos da turma 11 da ESCS, formados ano passado, também conquistaram sua vaga na seleção 2017. Os novos residentes em cirurgia geral e ortopedia, Landwehrner da Silva, 25 anos, e Clarissa Santana, 23 anos, respectivamente, afirmam que a Escola preparou os dois para a nova etapa profissional. “Além de termos dedicado algumas horas diárias de estudo para esta seleção, os dois últimos anos de formação na graduação, no internato, foram fundamentais para a realização com sucesso da prova de residência. Estamos animados e felizes com mais essa conquista”, apontou Clarissa.  

Convocação prova prática - Monitoria Curso de Graduação em Medicina/ESCS 2017

Brasília (7/3/2017) - A Diretoria Geral da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) convoca os candidatos selecionados no Processo Seletivo de Estudantes do Curso de Graduação em Medicina/ESCS, para atividade de monitoria, a realizarem a prova prática no dia 08 de março de 2017, às 18h30min, no laboratório Morfofuncional.

Para conhecer os nomes dos selecionados e conhecer os critérios da prova e da seleção do Edital nº 07/2017, acessar o endereço eletrônico http://www.fepecs.edu.br/arquivos/ConvocacaoEdital072017.pdf

 

Preparem seus projetos!
Vem aí o Processo Seletivo do Programa de Iniciação Científica da ESCS -PIC/ESCS 2019-2020. Em breve, lançamento do Edital de Seleção

Conheça a ESCS

ESCS
Monitoria
IESC
Eletivas
Avaliação

ESCS

A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) é uma Instituição de Ensino Superior pública, vinculada a Secretaría de Estado de Saúde do Distrito Federal, que oferece cursos de graduação, pós-graduação e extensão na área da saúde. 

 

Atualmente a ESCS oferece cursos de graduação em Medicina e Enfermagem, pós-graduação lato sensu e stricto sensu, incluindo programas de residência médica e multiprofissional 

 

O acesso aos cursos de graduação da ESCS ocorre uma vez ao ano sendo a seleção realizada por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU) para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 

 

São admitidos anualmente 80 estudantes por curso (Medicina e Enfermagem), sendo 32 destas vagas por curso reservadas para o sistema de cotas. Na ESCS as cotas são destinadas a estudantes oriundos do ensino público do Distrito Federal. 

 

Ao longo dos seus 16 anos de existência ESCS já formou mais de 800 médicos e 240 enfermeiros. Nossos cursos de graduação obtiveram nota máxima em todas as avaliações realizadas pelo Ministério da Educação/INEP por meio do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE)

Monitoria

Monitoria
Resolução nº 35/2007- Regulamenta a atividade de monitoria na Escola Superior de Ciências da Saúde

Resolução n° 35/2007 do colegiado de ensino, pesquisa e extensão/escs que regulamenta a atividade de monitoria, remunerada e não remunerada, na Escola Superior de Ciências da Saúde.
Resolução n 35

IESC

A Interação Ensino, Serviços e Comunidade (IESC) é um programa educacional realizado semanalmente nas quatro primeiras séries do curso de Medicina da ESCS. Está fundamentada em um novo paradigma de atuação médica que introduz importante mudança do eixo do ensino clínico do hospital universitário para uma rede de serviços e a atuação na comunidade. Neste contexto, os estudantes iniciam o contato com a realidade social desde a primeira série. Os cenários de ensino e os campos de atuação são os ambientes comunitários, as unidades básicas de saúde (unidades do Programa Família Saudável e centros de saúde) e os hospitais regionais.

Ao extrapolarem os ambientes dos hospitais universitários, os estudantes interagem com diversos cenários de aprendizagem e ampliam seus conhecimentos relacionados à medicina comunitária e ao sistema e políticas de saúde local e regional. Desenvolvem habilidade de iniciação científica nas múltiplas áreas e interagem com os outros módulos de ensino. Sendo a IESC uma unidade de ensino predominantemente prática, ao interagir com as outras unidades educacionais, propicia a quebra da dicotomia teoria/prática.

A IESC tem como propósito fortalecer uma parceria com os serviços de saúde e a comunidade para a consolidação de uma nova concepção de formação do estudante de medicina, construindo um modelo de interação entre estudantes, profissionais de saúde, docentes, famílias e membros da comunidade, tendo como marco de referência os planos de desenvolvimento regional.

Para isto busca desenvolver uma educação médica humanitária, promovendo o contato precoce com famílias de comunidades adstritas e usuários do serviço de atenção primária, convivendo com os determinantes de saúde-doença, e participando de diagnósticos globais e intervenções coletivas, familiares e individuais.

Cenários:

Sobradinho

- Centro de Saúde 01- Quadra 14 área especial nº 22/23 fone 35912779 35911829

- Centro de Saúde 02 -Quadra 03 área especial conj D/E 34872196 , 35912744, 35916342

- Centro de Saúde 03 -AR 13 conjunto 07 AE -34856775/ 34857596

Samambaia

- Centro de Saúde 02 -QR 611 área especial 33591001

- Centro de Saúde 03 -QN 429 conjunto F lote 01 33595500

- Centro de Saúde 04 -QN 512 conjunto 02 lotes 01,03 e 03 33581335, 33582828

Taguatinga

- Centro de Saúde 08 -QNL 24 AE 34751012

Recanto das Emas

- Centro de Saúde 02 -Quadra 102 área especial 33342975

Eletivas

Eletivas
Regulamento dos Módulos/Estágios de atualização (Eletivas)

Entende-se por módulo de atualização a atividade acadêmica obrigatória, de caráter complementar, cumprida anualmente pelo estudante da primeira a quarta série e na sexta série do curso, de acordo com os Calendários Acadêmicos aprovados pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPE. Na sexta série, será denominado Estágio Eletivo.

Tem como características essenciais:

1ª. Ser escolhida pelo estudante conforme seu próprio interesse, levando em consideração suas aptidões, daí ser também chamada de atividade eletiva;

2ª. Ser ministrada por meio da imersão do estudante em um serviço que desenvolva atividades relacionadas às ciências básicas ou clínicas.

Da existência dos módulos de atualização na estrutura curricular da ESCS resulta a possibilidade de construção de currículos personalizados, bem como de contemplar vocações individuais, valorizando o estudante em sua singularidade.

FAÇA DOWNLOAD AQUI

Avaliação


O sistema de avaliação do curso é formativo e somativo. Os enfoques do sistema de avaliação do curso de Medicina são o(a):
- Estudante; - Docente; - Unidade Educacional/Estágio.

Os estudantes, docentes e unidades educacionais são avaliados de maneira formativa, buscando a melhoria do processo ensino-aprendizagem e de maneira somativa identificando desempenho e o grau de alcance dos objetivos pré-estabelecidos para uma determinada fase do programa. A avaliação do desempenho escolar do estudante será realizada segundo o Regimento da ESCS, Título V da Avaliação e da Verificação do Rendimento Acadêmico, da Promoção e da Reprovação nos seus artigos 127 a 139.

DOWNLOAD DO MANUAL DE AVALIAÇÃO GRADUAÇÃO EM MEDICINA

 

Unidades - localização

ESCS Medicina
ESCS Enfermagem - Samambaia

ESCS Medicina

ESCS - Escola Superior de Ciências da Saúde - SMHN Quadra 03, conjunto A, Bloco 1 Edifício Fepecs CEP 70.710-907

Brasília/DF Fone: 61 3326 9300

ESCS Enfermagem - Samambaia

 

Quadra 301 Conj. 4 Lote 1 – Centro Urbano
Samambaia Sul – Brasília - DF
CEP: 72.300 - 537
Tel/Fax: (55) 61 - 3358 2370
Endereço Eletrônico: http://www.escs.edu.br
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Acesso ao LYCEUM

LYCEUM ALUNO
LYCEUM DOCENTE
LYCEUM SECRETARIA

LYCEUM ALUNO

LYCEUM DOCENTE

LYCEUM SECRETARIA

28 Mar 2019 13:18 - Super User
ESCS promove o 1º Simpósio de Metodologias Ativas na Educação

Em três dias de evento foram mais de 300 participantes de várias regiões do país

(Brasília, 26/03/2019) [ ... ]

NoticiasRead more...
15 Mar 2019 18:20 - Super User
Nota de falecimento - Dr. José Domingues dos Santos Júnior

 

        É com muito pesar que a Direção da Escola Superior de Ciências da [ ... ]
NoticiasRead more...
01 Mar 2019 10:48 - ASCOM
ESCS acolhe em solenidade os médicos residentes da SES-DF 2019

(Brasília, 28/02/2019) – A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação [ ... ]

NoticiasRead more...
22 Fev 2019 17:46 - ASCOM
Programa de Residência Multiprofissional da ESCS promove a II Jornada Acadêmica de Saúde Mental Interdisciplinar

O evento que termina hoje (22) tem a participação de 300 inscritos

 

Brasília (22/02/2019) – A [ ... ]

NoticiasRead more...
21 Fev 2019 11:13 - ASCOM

Brasília (21/02/2018) – A abertura do ano letivo da 19º Turma de Medicina e da 11º Turma de Enfermagem [ ... ]

NoticiasRead more...
30 Jan 2019 11:03 - ASCOM

(Brasília, 30 de janeiro de 2019) – A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), vinculada à [ ... ]

NoticiasRead more...
24 Jan 2019 18:01 - ASCOM

Comunicado (Nota sobre a Empresa Individual Sistêmica Consultoria de Mirian Coelho Braga).

A Direção-Geral [ ... ]

NoticiasRead more...
17 Dez 2018 11:23 - ASCOM

Brasília (17/12/2018) – No período de 08 a 10 de novembro de 2018, a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) [ ... ]

NoticiasRead more...
13 Dez 2018 18:52 - ASCOM

 

Capacitação para uso do Eletrocardiograma como ferramenta diagnóstica

Brasília (13/12/2018) – [ ... ]

NoticiasRead more...

DODF