previous arrow
next arrow
Slider

O evento que termina hoje (22) tem a participação de 300 inscritos

 

Brasília (22/02/2019) – A abertura da II Jornada Acadêmica de Saúde Mental Interdisciplinar – Jasmin, da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), foi realizada na manhã desta quinta-feira (21), no auditório da Universidade de Brasília, no Campus da Ceilândia. O objetivo do evento, sob o tema Desconstruindo paradigmas e ressignificando caminhos na Saúde Mental, é ampliar os conhecimentos científicos, tecnológicos e de inovação dos profissionais de saúde e demais atores do Distrito Federal (DF). 

 

Segundo a coordenadora do evento e do Programa Multiprofissional em Saúde Mental–Adulto, Helicinia Peixoto, o encontro visa proporcionar reflexões, debates e encontros para o trabalho em consonância com o modelo de Atenção Psicossocial, a partir da clínica ampliada, fortalecendo a atuação interdisciplinar e intersetorial.  “Considerando o contexto apresentado, fica evidente a necessidade de promover espaços de formação continuada e articulação entre as diversas disciplinas e atores do campo da Saúde Mental”, ressaltou Helicínia.

 

Segundo Jéssica Béda, fisioterapeuta residente, organizar a JASMIN foi um símbolo de superação. “No começo não esperávamos que seria um evento dessa proporção, com jornada de trabalho de 60 horas, usuários e serviços para atender, e sem recursos financeiros, mas deu tudo certo. Os participantes estão aproveitando e dando feedback positivo. Vê-los empolgados nos dá forças para continuar. Foi uma experiência maravilhosa, que acredito que tenha um impacto para a sociedade necessário na conjuntura em que estamos presentes”, disse Jéssica.

 

Para a farmacêutica residente, Rachel Bedatt Silva,  a experiência em organizar a jornada foi um desafio e ao mesmo tempo muito gratificante. “Este é o momento em que nós conseguimos nos aproximar das referências em saúde mental, trocar experiências e promover debates. Ações que se tornam muito importantes ainda mais no contexto atual da saúde mental”, falou Rachel.

 

A abertura teve apresentação de aula magna sobre o tema da Jornada e mesas redondas que abordaram os seguintes assuntos: Saúde Mental e Políticas - desafios e limites atuais; Convivência e Contratualidade - uma abordagem no território e Rede de Atenção à Saúde: os desafios da integração. O encerramento acontece na tarde de hoje (22) com apresentações de Trabalhos Científicos.

 

II Jornada – Contou com a participação de 300 inscritos, entre residentes, preceptores e colaboradores do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental do Adulto da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) e recebeu 12 submissões de trabalhos científicos.