Bolsas Concedidas 

O Programa de Iniciação Científica da ESCS, com apoio do Conselho de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) disponibilizou, este ano, 21 (vinte e uma) bolsas de iniciação científica para alunos de graduação da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) e Escola Técnica de Saúde de Brasília (ETESB), com vigência de agosto/2007 a julho/2008.

Último processo seletivo

Edital 03/2007 

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES- 2006-2007 

Iniciação Cientifica 

O Programa de Iniciação Científica da ESCS é anual e obedece ao disposto na Resolução 007/2004 - Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão e atende às normas do órgão financiador ou de fomento de pesquisas. 

O processo de seleção, a avaliação e o acompanhamento do programa de iniciação científica cabem ao Comitê Assessor e aoComitê Externo. 

As propostas são selecionadas a partir de publicação de edital, geralmente no primeiro trimestre do ano, e julgadas segundo os critérios de mérito e relevância estabelecidos na Resolução 16/2006 - Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão/ESCS. 

Resultado do processo seletivo 2007/2008 

Recursos Captados 

Em 2005, seis projetos de pesquisa de autoria de profissionais da SES-DF, submetidos ao Edital SUS/FAPDF e ao Edital MCT/CNPq, foram aprovados e contemplados com repasse total de recursos financeiros de R$ 204.000,00 (duzentos e quatro mil reais) e estão em andamento: 

1. “Avaliação da Assistência Farmacêutica Básica no DF” – pesquisador Helvécio Bueno.

2. “Perfil Sócio-demográfico e Epidemiológico de Crianças e Adolescentes Acolhidos no Centro de Orientação-Médico-Psicopedagógico (COMPP-SES/DF) nos anos de 2001 a 2004”, pesquisador Gilson Maestrini Muza.

3. “Humanização do trabalho Hospitalar. Satisfação do usuário e do profissional dos Hospitais da SES/DF”, pesquisadora Marisa Pacini Costa.

4. “Estudo da flutuação geográfica e sazonal dos flebotomíneos no Distrito Federal no período 2005-2006”, pesquisadora Maria do Socorro Laurentino de Carvalho.

5. “Estudo Prospectivo, sobre avaliação e diagnóstico da Neuropatia Diabética, em nível de atendimento de baixa e alta complexidade, através da aplicação de um sistema de escore de sinais e sintomas neuropáticos associado a um teste semi-quantitativo”, pesquisador Antônio Carlos de Souza.

6. “Implantação e avaliação do impacto da iniciativa unidade básica amiga da amamentação/IUBAAM no DF”, pesquisadoras Dione Barbosa Rodrigues e Maria de Fátima Moura de Araújo.

 No ano de 2006 não houve edital da FAP. Em 2007 o processo não foi concluído, podendo ainda, os pesquisadores da SES submeter seus projetos. 

 
Apoio à Pesquisa 

A CPEq tem oferecido aos profissionais da SES/DF interessados em desenvolver pesquisas científicas apoio na elaboração de projetos e na área estatística de forma individualizada ou mediante treinamentos como em Oficina de Elaboração de Projetos de Pesquisa, (realizada de 10 a 26/4/2006), Curso de Elaboração de Artigos Científicos (realizado em 21 e 22/06/2006) e Cursos de Bioestatística com SPSS. Os próximos estão programados para setembro e outubro de 2007. 

O apoio à pesquisa inclui também a divulgação de editais de captação de recursos e gerenciamento de grupos de pesquisa, mantendo articulação com a FAP-DF, CNPq, MS e outros. 

A CPEq assessora pesquisadores a submeter projetos a editais do Programa de Iniciação Científica da ESCS objetivando obtenção de bolsas PIBIC e Fepecs.  

Linhas de Pesquisa Prioritarias para a SES 

As linhas de pesquisa prioritárias para a SES/DF foram definidas a partir da Agenda de Prioridades de Pesquisa em Saúde definida na 1ª Conferência Distrital de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde, realizada em 2004. Após várias reuniões com participação de pesquisadores, docentes da ESCS/FEPECS e técnicos de todas as Regionais de Saúde e da Administração Central chegou-se a um consenso que resultou nas linhas de pesquisa prioritárias para a SES, que foram lançadas durante o I Encontro de Pesquisadores da SES/DF e II Mostra de Pesquisa dos Estudantes da ESCS, realizados de 21 a 23 de junho de 2005. 

Produtos e Serviços 

As atribuições da Coordenação de Pesquisa e Comunicação Científica (CPEq) são de estimular, planejar, apoiar e avaliar as atividades de pesquisa realizadas no âmbito da SES/DF. 

A construção da Agenda de Prioridades de Pesquisa em Saúde do DF e a definição das linhas prioritárias de pesquisa para a SES/DF configuram ações prioritárias da CPEq. A pesquisa em saúde é uma das principais áreas de investimento em pesquisa do país, entretanto, há necessidade de reformular o papel das instituições de saúde no Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação e expandir o papel da pesquisa na definição de ações de saúde. O estabelecimento de prioridades de pesquisa da SES/DF é uma das primeiras etapas desse processo de reorganização e expressa a necessidade de promover pesquisas para aprimoramento do Sistema de Saúde do DF e melhoria da qualidade de vida da população. 

A CPEq é ainda responsável pela gestão do apoio institucional à Iniciação Científica da ESCS – uma modalidade de estágio extracurricular, que tem, entre outros, o objetivo de contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa e para a integração do ensino e da pesquisa com os serviços de saúde. 

A CPEq é ainda responsável pela gestão do apoio institucional à Iniciação Científica da ESCS – uma modalidade de estágio extracurricular, que tem, entre outros, o objetivo de contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa e para a integração do ensino e da pesquisa com os serviços de saúde.