Cpex promove aula magna para o início das atividades do Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde da ESCS/Fepecs

Cpex promove aula magna para o início das atividades do Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde da ESCS/Fepecs

Profissionais da área da saúde inscritos no Programa participaram da abertura do segundo semestre

A Coordenação de Cursos de Pós-graduação e Extensão (Cpex) da Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs), que faz parte do complexo da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), deu continuidade ao segundo semestre de atividades do Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde 2019, nessa quarta-feira (4).

Os estudantes matriculados no Programa participaram da abertura do primeiro semestre letivo com uma aula magna proferida pela médica nefrologista da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (Ses-DF) Maira de Faria Polcheira, que teve como tema Meditação: vontade própria, ilusão ou escolha.

Para a médica, o objetivo da aula foi mostrar os pontos que interferem na tomada de decisões e como a meditação pode contribuir para as melhores escolhas, sem que a pessoa fique refém das emoções e experiências passadas.

“Uma mente treinada por meio da meditação transforma situações ruins em boas, enquanto que uma mente destreinada transforma situações boas em ruins. É importante ter o autoconhecimento por meio do desenvolvimento da consciência plena, para nos colocarmos como responsáveis pelas nossas atitudes”, destacou Maira.

A aluna do mestrado Raquel Silva, 33 anos, nutricionista e especialista em nutrição clínica, é preceptora de estágio pela Universidade Paulista e trabalha na Secretaria de Saúde de Luziânia-Goiás. Para ela, o mestrado traz a expectativa de adquirir ainda mais conhecimento e experiência.

“Meu objetivo é continuar na área acadêmica, sempre tive esse desejo de ser professora e como já trabalho há 9 anos na área, tenho esse desejo de estar me capacitando mais e pesquisando, encontrando evidências científicas mais a fundo sobre saúde pública e também para auxiliar na assistência dos meus pacientes. Estou bem entusiasmada, as aulas são bem interessantes e estimulam a busca pelo conhecimento, pela pesquisa”, disse com empolgação Raquel.

A coordenadora da Cpex, professora Carmélia Reis, e o coordenador do curso, professor Levy Santana, enfatizam que esse curso de mestrado profissional teve inicio em 2012 e já titulou 83 mestres, profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde (Sus).

“O mestrado profissional é importante porque além de capacitar o estudante para produzir artigos científicos, capacita-o a desenvolver produtos técnicos aplicáveis para a melhoria da qualidade da gestão e da assistência aos pacientes do Sus. Alguns dos produtos desenvolvidos pelos estudantes do programa receberam prêmios em eventos nacionais devido ao impacto produzido no serviço de saúde”, declarou Carmélia.