Estudante do Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde recebe premiação do Primeiro Congresso Virtual de Terapia Nutricional do Brasil

Estudante do Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde recebe premiação do

Primeiro Congresso Virtual de Terapia Nutricional do Brasil

Para a estudante Stefânia Alves, a realização de um estudo desta natureza é importante, pois avança no sentido de superar algumas lacunas na pesquisa sobre o manejo nutricional de indivíduos, vítimas de trauma cranioencefálico na fase crítica da doença.

 

A mestranda Stefânia Alves Lima Silva, do Programa de Mestrado Profissional em Ciências para a Saúde (MPCS), da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS), sob a orientação da professora dra Renata Costa Fortes e coorientação da docente dra Carmelia Matos Santiago Reis desenvolveram a pesquisa intitulada “Terapia nutricional e desfechos clínicos em pacientes críticos vítimas de trauma cranioencefálico: uma coorte retrospectiva” e obtiveram a premiação do 2º lugar no Primeiro Congresso Virtual de Terapia Nutricional do Brasil, considerado um dos maiores congressos nacionais em terapia nutricional conhecido como Ibranutro Científico, realizado nos dias 21 e 22 de agosto de 2020.

De acordo com a orientadora, Renata Fontes, a terapia nutricional possui um papel de destaque na melhora da qualidade de vida como um todo.

“A Terapia Nutricional possui um papel de destaque na prevenção de agravos à saúde, manutenção de um estado nutricional adequado e recuperação nutricional, com grande impacto na melhora da qualidade de vida, redução do risco de morbimortalidade e diminuição dos custos hospitalares”, declarou a orientadora Renata Fontes.

A estudante premiada, Stefânia Alves, ressaltou a importância desse reconhecimento de anos de trabalho, e declarou que o resultado desse estudo promoverá intervenções nutricionais mais adequadas, resultando em melhorias na assistência.

“Este trabalho vinha sendo idealizado já há algum tempo e com o mestrado profissional surgiu a oportunidade de dar início a esta pesquisa. A realização de um estudo desta natureza é importante, pois avança no sentido de superar algumas lacunas na pesquisa sobre o manejo nutricional de indivíduos, vítimas de trauma cranioencefálico na fase crítica da doença. O resultado desse estudo promoverá intervenções nutricionais mais adequadas, resultando em melhorias na assistência, agregando qualidade ao cuidado prestado e reduzindo custos associados à internação ao SUS. Fiquei muito honrada com a premiação! É o reconhecimento de alguns anos de muito trabalho”, declarou Stefânia.

A coorientadora Carmélia parabenizou a estudante premiada e destacou a importância do início precoce da terapia nutricional agressiva.


“A mestranda Stefania Alves honra nossos cursos de  Pós -Graduação mostrando os resultados obtidos no desenvolvimento do projeto de pesquisa sobre Terapia Nutricional em  indivíduos com traumatismo cranioencefalico. Demonstra a importância do início precoce da terapia nutricional agressiva e o benefício desses indivíduos com a oferta de valores alvos mais elevados. Parabéns Stefania Alves”, ressaltou a coorientadora Carmélia.