Estudantes de Enfermagem da ESCS abrem sala de testes rápidos e de orientação de planejamento reprodutivo

Estudantes de Enfermagem da ESCS abrem sala de testes rápidos e de

orientação de planejamento reprodutivo

Em dois dias ocorreram 38 atendimentos e detecção de casos de sífilis e de HIV.

Através da observação da realidade, estudantes de Enfermagem da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS), elaboraram uma ação voltada para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, na Unidade Básica de Saúde (UBS) de Vicente Pires. Os estudantes levantaram os pontos chave e estudaram sobre os testes de HIV, sífilis e hepatites, já que devido à pandemia houve uma diminuição no consumo desses testes.

A partir disso, os estudantes abriram uma sala de testes rápidos e de orientação de planejamento reprodutivo sobre os métodos contraceptivos, onde montaram um quadro vivo expondo os procedimentos. Ao total de dois dias ocorreram 38 atendimentos e muita procura do atendimento por homens.

A docente responsável pela ação destacou o trabalho dos estudantes de Enfermagem.

"Fiquei surpresa com os resultados. Muita demanda e testes positivos que imediatamente foram encaminhados para o tratamento. Os estudantes fizeram várias orientações sobre planejamento reprodutivo e o usuário teve a oportunidade de conhecer ao vivo os métodos", declarou a discente Domitilia Bonfim.

"A intervenção foi um importante aprendizado e experiência na prática. Durante a atividade, os usuários ficaram muito satisfeitos com as informações obtidas e nos parabenizaram pelo serviço", afirmou o estudante Mateus Gomes Ribeiro.

O estudante de Enfermagem, Wallace dos Santos Braga, destacou a importância de abordar questões voltadas à saúde do homem.

“Nos dias 23/06 e 24/06 realizamos uma ação de prevenção e promoção da saúde na UBS 1 de Vicente Pires. Me senti um agente ativo na UBS. Aprendi a importância do aproveitamento dos recursos disponíveis e da educação em saúde para a população, além da relevância da abordagem na saúde do homem”, disse o estudante Wallace dos Santos Braga.