Facultativa
Obrigatória

Facultativa

Edital nº 21 - Seleção para Admissão no Curso de Graduação em Enfermagem, na modalidade: Transferência Facultativa de Estudantes regulares, oriundos de outras Instituições de Ensino Superior (IES) nacionais, com validade para ingresso nas 2ª e 3ª Séries - Ano Letivo/2017 

14/10/2016 - Ficha de inscrição

 

A Lei Federal nº 9.394/96 que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional preceitua no art.49 que na hipótese de existência de vagas, as instituições de educação superior aceitarão a transferência de alunos regulares, para cursos afins, mediante processo seletivo.

Portanto na ESCS – Escola Superior de Ciências da Saúde, a forma de ingresso de alunos regulares de outra Instituição de Ensino Superior (IES) nacional através de processo seletivo.
Quando ocorre: No 2º semestre letivo de cada ano, caso existam vagas. O Edital do processo seletivo normalmente é publicado em meados de setembro/outubro.

As vagas disponibilizadas para este tipo de ingresso são as remanescentes de desligamentos e transferências.

Quem pode participar: alunos regulares de outras IES nacionais cursando Medicina e Enfermagem.

As inscrições para admissão por transferência de alunos regulares estão condicionadas à:

a) Existência de vaga na série de acordo com edital específico;
b) Comprovação de matrícula na série ou semestre imediatamente anterior à série pleiteada.
Como participar do Processo Seletivo:

Conforme previsto no edital específico, normalmente é solicitado:

a) Formulário de inscrição preenchido (a ser obtido no local da inscrição ou via Internet, no site: www.escs.edu.br);
b) Comprovante original de pagamento da taxa de inscrição;
c) Documento de identidade;
d) Histórico Escolar emitido e autenticado pela IES de origem, atualizado, contendo a carga horária de cada disciplina ou módulo cursado, e as notas ou menções finais obtidas. O Histórico Escolar deverá conter, ainda, comprovante de regularidade do curso de procedência do candidato;

Caso o comprovante de regularidade do curso não conste do histórico escolar, tal comprovação poderá ser feita através de declaração complementar, expedida pela IES de origem;

Os documentos citados deverão ser apresentados em cópias autenticadas. Caso o candidato apresente documentos originais junto com as cópias, as mesmas poderão ser autenticadas no momento da inscrição;

O pedido de inscrição efetivado por terceiros deverá ser acompanhado de procuração simples e de cópia de documento de identidade do procurador;

Como é o processo seletivo:
Em uma única etapa, eliminatória e classificatória:
Por meio do EAC - Exame de Avaliação Cognitiva sobre as Unidades Educacionais atualizadas do Projeto Pedagógico das matrizes curriculares dos Cursos de Graduação da ESCS que compõem a(s) série(s) anterior(es) à série pleiteada pelo candidato.
O Exame de Avaliação Cognitiva será composto por questões sob a forma de problemas relacionados aos Módulos correspondentes à(s) série(s) anterior(es) à pleiteada, devendo o candidato responder os questionamentos de forma discursiva.

Estas informações são de âmbito geral.

 

Obrigatória

TRANSFERÊNCIA OBRIGATÓRIA


Forma de ingresso de aluno de outra Instituição de Ensino Superior (IES), de origem congênere com a Escola Superior de Ciências da Saúde – ESCS, a qualquer tempo e independentemente de vaga, concedida nos termos da lei a servidores públicos, civis e militares, removidos ex-ofício para o Distrito Federal.
Para participar: o interessado deve estar, à data da publicação do ato de remoção ou transferência, registrado como aluno regular em IES congênere a ESCS, isto é, pública nos termos da Lei nº 9.394, art. 19, alínea I, legalmente reconhecida ou autorizada a funcionar. Também deve comprovar, por documento público, que foi removido ou transferido ex-ofício e em caráter compulsório, com mudança de domicílio para o Distrito Federal, ter permanecido no domicílio de origem e vir a permanecer no de destino em caráter não-temporário por tempo superior a 6(seis) meses.
O interessado deve preencher o formulário “Solicitação para Admissão – Transferência Obrigatória” e apresentar, original e cópia ou cópia autenticada da seguinte documentação:
• Documento de identidade;
• Certidão de quitação eleitoral (site: www.tse.gov.br);
• Certificado de alistamento militar para interessados do sexo masculino;
• Documento oficial de publicação de remoção ou transferência (Boletim Interno ou Diário Oficial da União);
• Declaração do órgão competente que informe a data em que o servidor assumiu o cargo no Distrito Federal;
• Documento oficial que comprove a dependência econômica, se for o caso;
• Certificado de conclusão do ensino médio ou equivalente;
• Histórico escolar do ensino médio;
• Histórico escolar da instituição de ensino superior (IES) de origem, atualizado e autenticado pela própria instituição contendo o número de horas-aula de cada disciplina cursada, as notas ou menções obtidas e o total de créditos exigidos e obtidos no curso de origem;
• Declaração de forma de acesso e data de ingresso na IES de origem, caso não conste no histórico escolar;
• Declaração de regularidade da instituição de ensino superior (IES) e do curso de origem do interessado, caso não conste no histórico escolar.

Resolução nº 11/2014

 

Manual Prestaçao de Contas