O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O texto pode ser escrito em português, espanhol ou inglês.
  • Deve ser digitado no programa Microsoft® Word ou compatível, gravado em formato .doc ou .docx
  • Deve conter:
    1. Folha de apresentação com o título, que deve expressar clara e sucintamente o conteúdo do texto, contendo no máximo 15 palavras.
    2. Os textos em português e espanhol devem ter título na língua original e em inglês. Os textos em inglês devem ter título em inglês e português.
    3. Nome completo do(s) autor(es). Em nota de rodapé colocar as informações sobre filiação institucional e titulação, endereço, telefone e e-mail para contato.
    4. No caso de resultado de pesquisa com financiamento, citar a agência financiadora e o número do processo. • Resumo em português e inglês ou em espanhol e inglês, com no máximo 700 caracteres, incluídos os espaços, no qual fiquem claros os objetivos, o método empregado e as principais conclusões do trabalho.
    5. Não são permitidas citações ou siglas no resumo, à exceção de abreviaturas reconhecidas internacionalmente.
    6. Ao final do resumo, de três a cinco palavras-chave, utilizando os termos apresentados no vocabulário estruturado (DeCS/MeSH).
  • Padrão A4 (210X297mm), margem de 2,5 cm em cada um dos quatro lados, fonte Times New Roman tamanho 12, espaçamento entre linhas de 1,5.
  • O corpo de texto não deve conter qualquer informação que possibilite identificar os autores ou instituições.
  • Respeita-se o estilo e a criatividade dos autores para a composição do texto, no entanto, deve contemplar elementos convencionais como:

    1. Introdução com definição clara do problema investigado e justificativa.
    2. Métodos descritos de forma objetiva.
    3. Resultados e discussão podem ser apresentados juntos ou em itens separados.
    4. Conclusão.
  • Evitar repetições de dados ou informações nas diferentes partes do texto.
  • Para as palavras ou trechos do texto destacados, a critério do autor, utilizar aspas simples. Exemplo: ‘porta de entrada’.
  • Depoimentos de sujeitos deverão ser apresentados em itálico.
  • Não utilizar notas de rodapé no texto. As marcações de notas de rodapé, quando absolutamente indispensáveis, deverão ser sobrescritas e sequenciais.
  • Figuras, gráficos e quadros devem ser enviados em arquivo de alta resolução, em preto e branco ou escala de cinza, em folhas separadas do texto, numerados e titulados corretamente, com indicações das unidades em que se expressam os valores e as fontes correspondentes. O número de figuras, gráficos e quadros deverá ser, no máximo, de 5(cinco) por texto.
  • Os arquivos de imagem devem ser submetidos um a um, sem identificação dos autores, citando apenas o título e a fonte do gráfico, quadro ou figura. Devem ser numerados sequencialmente, respeitando a ordem em que aparecem no texto. Em caso de uso de fotos, os sujeitos não podem ser identificados, a menos que autorizem, por escrito, para fins de divulgação científica.
  • As referências devem ser de no máximo 20, podendo exceder quando se tratar de revisão integrativa ou revisão sistemática.
    As referências deverão ser apresentadas no final do artigo, seguindo as normas de VANCOUVER.

    Orientação e exemplos para uso da norma Vancouver:
    https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK7282/
    http://www.fiocruz.br/bibsmc/media/comoreferenciarecitarsegundooEstiloVancouver_2008.pdf

Diretrizes para Autores

 Política Editorial

         A revista Comunicação em Ciências da Saúde (CCS) dispõe de 3(três) seções: a primeira publica artigos na área Clínica Assistencial com ênfase na atenção geral e especializada; a segunda seção publica artigos em Saúde Coletiva englobando epidemiologia, política, economia, planejamento, gestão, e ciências sociais em saúde; na terceira seção, são publicados artigos na área de Educação no campo da saúde com foco em metodologias ativas de ensino.

         A CCS aceita trabalhos inéditos sob a forma de artigos originais, ensaios, revisão integrativa, revisão sistemática, relato de experiência, narrativas, artigos de opinião, resenhas de livros de interesse acadêmico, político e social, além de protocolos clínicos, políticas e programas de saúde. 

       Os artigos podem ser submetidos em português, inglês e espanhol, sendo vedada a submissão simultânea em outro periódico, na íntegra ou parcialmente .

       A CCS não cobra taxas dos autores, no entanto a revisão de língua portuguesa e traduções deverão ser realizadas por revisores e tradutores credenciados pela revista e são de inteira responsabilidade do(s) autor(es).

 

 Modalidades de trabalhos aceitos para avaliação

1. Artigo original: resultado final de pesquisa científica no campo da saúde individual ou coletiva, que possa ser generalizado ou replicado. O texto deve conter entre 10 e 15 laudas*.

2. Ensaio: análise crítica sobre tema específico de relevância e interesse para a conjuntura das políticas de saúde distrital, nacional e internacional. O texto deve conter entre 10 e 15 laudas*.

3. Revisão sistemática sem metanálise ou revisão integrativa: revisão crítica da literatura sobre determinado tema investigativo sem o uso de método epidemiológico. O texto deve conter de 10 a 15 laudas*.

4. Revisão sistemática com metanálise (ensaios clínicos, estudos observacionais ou estudos de acurácia): revisão crítica da literatura sobre tema atual, utilizando método de pesquisa. Objetiva responder a uma pergunta de relevância para a saúde, detalhando a metodologia epidemiológica adotada. O texto deve conter entre 10 e 15 laudas*.

5. Overview de revisões sistemáticas: metarevisão sistemática. O texto deve conter entre 10 e 15 laudas*.

6. Narrativas em Saúde: O autor deve seguir uma estrutura da narração estabelecendo sequência e tempo, compondo e caracterizando os personagens e situações e aspectos subjetivos e vivenciais relacionados, definindo os espaços e ambientes e a apreciação do próprio lugar de narrador. A narrativa deve apresentar a sucessão e integração dos aspectos observados conferindo uma totalidade de significação sobre o tema em foco. 10 a 15 laudas*.

7. Artigo de opinião: exclusivo para autores convidados pelo(s) Editor(es) Científico(s), com tamanho entre 10 e 15 laudas*. Neste formato não são exigidos resumo e abstract.

8. Relato de experiência: descrição de experiências acadêmicas, assistenciais ou de extensão, com tamanho entre 10 e 12 laudas*.

9. Resenha: resenhas de livros de interesse para a área de políticas públicas de saúde, a critério do Conselho Editorial. Os textos deverão apresentar uma visão geral do conteúdo da obra, de seus pressupostos teóricos e do público a que se dirige em até três laudas*.

10. Documento e depoimento: trabalhos referentes a temas de interesse histórico ou conjuntural, a critério do Conselho Editorial.

*O número máximo de laudas não inclui a folha de apresentação e referências.

 

 Direitos autorais

         Os direitos autorais são de propriedade exclusiva da CCS, transferidos por meio de Declaração de Transferência de Direitos Autorais assinada por todos os autores, conforme modelo disponível na página da revista. É permitida a reprodução total ou parcial dos trabalhos desde que identificada a fonte e a autoria.

 

Submissão e processo de julgamento

Os trabalhos devem ser submetidos exclusivamente pelo site da revista.

Após seu cadastramento, o autor responsável pela submissão receberá login e senha. Ao submeter o texto, todos os campos obrigatórios da página devem ser preenchidos com conteúdo idêntico ao do arquivo a ser anexado.

 

Documentação obrigatória

 

     1. Declaração de autoria e responsabilidade.

Segundo o critério de autoria do International Committee of Medical Journal Editors, os autores devem contemplar as seguintes condições:

a) contribuir substancialmente para a concepção e o planejamento do trabalho ou para a análise e a interpretação dos dados;

b) contribuir significativamente na elaboração do manuscrito ou revisão crítica do conteúdo;

c) participar da aprovação da versão final do manuscrito.

 

  1. Conflitos de interesse

Os trabalhos encaminhados para publicação deverão conter informação sobre a existência ou não de conflitos de interesse. Os conflitos de interesse financeiros, por exemplo, não estão relacionados apenas ao financiamento direto da pesquisa, mas também ao próprio vínculo empregatício. Caso não haja conflito, inserir a informação “Declaro que não houve conflito de interesses na concepção deste trabalho” na folha de apresentação do artigo será suficiente.

 

  1. Ética em pesquisa

No caso de pesquisa que envolva seres humanos, esta deverá ocorrer de acordo com as Resoluções CNS/MS 466/12, CNS/MS 510/16 e complementares e deverá ser encaminhado o Parecer Consubstanciado emitido pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) aprovando a realização da pesquisa.