Fatores de estresse nos profissionais de enfermagem no combate à pandemia da COVID-19

síntese de evidências

Autores

  • Diogo Jacintho Barbosa Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ
  • Marcia Pereira Gomes Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
  • Fabiana Barbosa Assumpção de Souza Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
  • Antonio Marcos Tosoli Gomes Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

DOI:

https://doi.org/10.51723/ccs.v31iSuppl%201.651

Palavras-chave:

Infecções por Coronavírus, Coronavírus, Pessoal de saúde, Saúde mental, Profissionais de Enfermagem

Resumo

A síndrome respiratória aguda grave causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) foi considerada pandêmica desde março de 2020 pela Organização Mundial de Saúde. Objetivo: identificar os principais efeitos psicológicos da pandemia da COVID-19 nos profissionais de enfermagem; descrever os principais fatores capazes de gerar estresse psicológico nos professionais de enfermagem; descrever as estratégias de coping para o combate ao estresse emocional. Método: revisão da literatura, utilizando-se 5 artigos indexados no PubMed e LILACS. Resultados: o aumento da carga de trabalho, medo de contaminar os familiares e de se contaminar, desinformação e raiva do governo e dos sistemas de saúde são os principais fatores capazes de gerar estresse emocional nos profissionais de enfermagem. Conclusão: é de suma importância considerar as questões psicológicas, reconhecendo e acolhendo os receios e medos dos profissionais de enfermagem criando-se assim uma esfera de estabilidade em meio à crise.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo Jacintho Barbosa, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Professor Substituto do Departamento de Enfermagem Fundamental da Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ, Doutorando em  Enfermagem na Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro-UERJ Brasil. Email: jacinthobarbosa@gmail.com ORCID ID: https://orcid.org/0000-0001-8816-1770

Marcia Pereira Gomes, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pelo Programa Pós- Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)  e-mail:mpsemog@gmail.com       ORCID ID: https://orcid.org/ 0000-0002-7872-5891

Fabiana Barbosa Assumpção de Souza, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO

Professora Associada do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica e Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Infecção HIV/Aids e Hepatites Virais da UNIRIO. Líder do grupo de pesquisa CNPq Tuberculose, HIV/Aids e Doenças Negligenciadas.  E-mail: fabiana.souza@unirio.br ORCID ID: https://orcid.org/0000-0001-8098-5417

Antonio Marcos Tosoli Gomes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Professor Titular do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica e do Programa de Pós-graduação em Enfermagem da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro-UERJ, Brasil.  Email: mtosoli@gmail.com ORCID ID  http://orcid.org/0000-0003-4235-9647

Referências

COVID-19 is an emerging, rapidly evolving situation. [Internet]. Division of Cancer Prevention. 2020 [cited 9 April 2020]. Available from: https://prevention.cancer.gov/news-and-events/news/covid-19-emerging

Silva A. Sobre a possibilidade de interrupção da epidemia pelo coronavírus (COVID-19) com base nas melhores evidências científicas disponíveis. Revista Brasileira de Epidemiologia. 2020; 23.

Secretaria de Vigilância da Saúde - Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico 11 Doença pelo Coronavírus 2019. Brasília; 2020.

Secretaria de Vigilância da Saúde - Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico 09 Doença pelo Coronavírus 2019. Brasília; 2020.

Wang S. Middle East Respiratory Syndrome Coronavirus (MERS-CoV) Outbreak and National and Hospital Response in Korea. Prehospital and Disaster Medicine. 2017;32(S1):S4-S5.

Yang Y, Li W, Zhang Q, Zhang L, Cheung T, Xiang Y. Mental health services for older adults in China during the COVID-19 outbreak. The Lancet Psychiatry. 2020;7(4):e19.

Enfermeiras na linha de frente contra o Coronavírus [Internet]. COFEN - Conselho Federal de Enfermagem. 2020 [cited 9 April 2020]. Available from: http://www.cofen.gov.br/enfermeiras-na-linha-de-frente-contra-o-coronavirus_78016.html

Brasil. Lei 7.498, de 25 de junho de 1986. Dispões sobre a regulamentação do serviço de enfermagem. Diário Oficial da União de 28 de jun. 1986.

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Nota Técnica 01/2020 ctas – orientações sobre o novo Coronavírus (covid-19). Brasília, 2020.

Berton D, Teixeira P. Pandemia de gripe aviária. Jornal Brasileiro de Pneumologia. 2005;31(6):570-570.

Associação Brasileira dos Profissionais em Controle de Infecções e Epidemia Hospitalar (ABIH). Nota Informativa 28.03.20 – Formas de Transmissão COVID19. São Paulo, 2020.

Al-Tawfiq J, Rothwell S, Mcgregor H, Khouri Z. A multi-faceted approach of a nursing led education in response to MERS-CoV infection. Journal of Infection and Public Health. 2018;11(2):260-264.

Ho CS, Chee CY, Ho RC. Mental health strategies to combat the psychological impact of COVID-19: Beyond paranoia and panic. Annals, Academy of Medicine, Singapore. 2020;49 (3): 155-161.

Li Z, Ge J, Yang M, Feng J, Qiao M, Jiang R et al. Vicarious traumatization in the general public, members, and non-members of medical teams aiding in COVID-19 control. Brain, Behavior, and Immunity. 2020.

Li S, Wang Y, Xue J, Zhao N, Zhu T. The Impact of COVID-19 Epidemic Declaration on Psychological Consequences: A Study on Active Weibo Users. International Journal of Environmental Research and Public Health. 2020;17(6):2032.

Petzold MD, Plag J, Strohle A. Dealing with psychological distress by healthcare professionals during the COVID-19 pandemia. Der Nervenarzt. 2020;1(5)

Lai J, Ma S, Wang Y, Cai Z, Hu J, Wei N et al. Factors associated with mental health outcomes among Health Care Workers exposed to Coronavirus Disease 2019. JAMA Network Open. 2020;3(3):e203976.

Greenberg N, Docherty M, Gnanapragasam S, Wessely S. Managing mental health challenges faced by healthcare workers during covid-19 pandemic. BMJ. 2020;:m1211.

Silva A, Queiroz E. O estresse e sua relação com a jornada de trabalho da enfermagem em Unidade Hospitalar. Periódico Científico do Núcleo de Biociências. 2011;1(2):33-50.

Organização Pan-Americana de Saúde. Nota THS/MH/06/1 – Proteção da Saúde Mental em Situações de Epidemias. Brasil, 2020

Jung S, Jun J. Mental Health and Psychological Intervention Amid COVID-19 Outbreak: Perspectives from South Korea. Yonsei Medical Journal. 2020;61(4):271.

Martins J. Pandemia COVID-19. Gazeta Médica. 2020.

Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Pandemia COVID19. Brasília, 2020

Garcia Á, Emerich T, Salaroli L, Cavaca A, Santos Neto E. Estresse ocupacional na mídia impressa: uma perspectiva de Christophe Dejours. Trabalho, Educação e Saúde. 2020;18(1).

Scotta, M., 2015. Aspectos psicológicos e psicossociais em indivíduos vivendo com HIV/AIDS. Scientia Medica, 25(2): doi:10.15448/1980-6108.2015.2.22312

Publicado

05.05.2020

Como Citar

1.
Barbosa DJ, Pereira Gomes M, Barbosa Assumpção de Souza F, Tosoli Gomes AM. Fatores de estresse nos profissionais de enfermagem no combate à pandemia da COVID-19: síntese de evidências. Com. Ciências Saúde [Internet]. 5º de maio de 2020 [citado 21º de janeiro de 2022];31(Suppl1):31-47. Disponível em: http://www.escs.edu.br/revistaccs/index.php/comunicacaoemcienciasdasaude/article/view/651

Edição

Seção

Fast Track : COVID-19