Enfermagem

 

O que é a Enfermagem?
É uma ciência, arte e prática social, indispensável à organização e ao funcionamento dos serviços de saúde; tem como responsabilidades a promoção e a restauração da saúde, a prevenção de agravos e doenças e o alívio do sofrimento; proporciona cuidados à pessoa, à família e à coletividade; organiza suas ações e intervenções de modo autônomo, ou em colaboração com outros profissionais da área.
A Enfermagem é comprometida com a produção e gestão do cuidado prestado nos diferentes contextos socioambientais e culturais em resposta às necessidades da pessoa, família e coletividade.

Qual a missão do curso de Enfermagem da ESCS?
Formar enfermeiros com excelência para a produção do cuidado, educação, pesquisa e gestão em saúde, em consonância com as políticas públicas.


Qual a visão do curso de Enfermagem da ESCS?
Ser referência da formação superior em enfermagem no Brasil.


Como é a metodologia de ensino e aprendizagem da ESCS?
Em consonância com as novas tendências educacionais e os novos marcos regulatórios nacionais, a ESCS valoriza não somente a dimensão do ensino, como também a da pesquisa e extensão, considerando igualmente aspectos éticos e humanistas envolvidos na formação de profissionais de excelência.
A ESCS operacionaliza o currículo do Curso de Graduação em Enfermagem, por meio das Metodologias Ativas de Ensino, especialmente a Aprendizagem Baseada em Problemas-ABP e a Metodologia da Problematização-MP. Estas se alicerçam na compreensão de que a diversidade dos cenários de aprendizagem favorece sua maior significação e que a realidade é campo privilegiado de aprendizagem. Trata-se de concepções pedagógicas crítico-reflexivas, centradas no discente, comprometidas com o desenvolvimento da autonomia e do protagonismo destes no processo de aprendizagem, considerando imprescindíveis a integração entre teoria e prática e entre as instâncias do ensino, do serviço e da comunidade.
São, ainda, concepções de ensino, a formação por competências, valorizando-se as dimensões cognitiva, psicomotora e atitudinal do conhecimento, investindo-se no aprender a aprender, aprender a fazer, a ser e a viver juntos.


Como é o currículo do curso de Enfermagem da ESCS?
O currículo do Curso de Graduação em Enfermagem da ESCS tem como premissa básica o deslocamento do eixo da formação centrada na assistência hospitalocêntrica para um processo sintonizado com o SUS, levando em consideração as dimensões sociais, econômicas e culturais da população nas esferas individual, familiar e comunitária.
Apresenta-se fundamentado na concepção pedagógica crítico-reflexiva, considerando os conhecimentos prévios do discente adulto, seus esquemas de assimilação, os determinantes histórico-sociais e a influência dos padrões culturais no processo de ensino aprendizagem.

A matriz curricular do Curso está organizada de maneira a propiciar a articulação entre teoria e prática, ensino e serviço. A organização dos conteúdos inseridos nos módulos está sustentada na transdisciplinaridade e na interdisciplinaridade e tem como eixos transversais, a ética, o processo saúde - doença, a comunicação e o trabalho em equipe.

A matriz curricular está organizada em: Unidades Educacionais/Módulos Temáticos, Unidades Eletivas e Unidades de práticas/Habilidades Profissionais em Enfermagem (HPE) e Unidades de Estágio Curricular Obrigatório - ECO (internato).

As Unidades Educacionais associam os conteúdos das áreas do conhecimento das ciências biológicas, ciências humanas e sociais, ciências da Enfermagem e outras, indispensáveis para a construção das competências, habilidades e atitudes esperadas no processo de formação do Enfermeiro.
As atividades práticas encontram-se inseridas nas quatro séries, possibilitando ao discente vivenciar a realidade dos serviços de saúde do SUS/DF, que têm por finalidade contribuir para a construção das competências, habilidades e atitudes profissionais.

Na quarta série, é oportunizado ao discente, por meio do ECO (internato), o exercício da prática da Enfermagem nos serviços de saúde, analisando os problemas reais e propondo soluções para a transformação da realidade.

O Trabalho de Conclusão de Curso-TCC é uma atividade obrigatória de integração do conhecimento construído ao longo do processo de formação, consiste na formulação e apresentação de um estudo de natureza científica nas áreas de enfermagem, saúde ou afins, sob orientação de um docente da ESCS.

Espera-se, com esse currículo, que o discente seja de fato o construtor de seu conhecimento, a partir da reflexão e indagação da sua prática. O docente colocar-se-á como orientador coadjuvante que organiza as atividades buscando facilitar a construção do conhecimento.

Onde funciona o curso de Enfermagem da ESCS?
O Curso de Enfermagem tem suas instalações físicas para atividades educacionais em Samambaia Sul, na QR 301 Conj. 04 Lote 01 – Centro Urbano de Samambaia – DF.

Em que áreas o enfermeiro pode atuar?
No cuidado à pessoa, família e comunidade, na educação em saúde, na pesquisa em saúde, e na gestão dos serviços de saúde.

Qual a duração do curso de Graduação em Enfermagem?
São quatro anos, sendo três anos de teoria na ESCS e as práticas (HPE) nos serviços de Saúde do Distrito Federal, e o quarto ano em Estágio Curricular Obrigatório - ECO (internato).

Como é o sistema de avaliação do curso de Graduação em Enfermagem?
Avaliação programática é o nome dado a um conjunto de métodos avaliativos planejados com o objetivo de otimizar a qualidade da avaliação como um todo. Sua estrutura é organizada em torno dos objetivos da avaliação, que, por sua vez, devem estar alinhados à missão e objetivos educacionais da instituição.

Promover o aprendizado, melhorar as práticas educacionais e dar suporte efetivo às decisões envolvidas no currículo figuram entre os principais objetivos da avaliação. Os conceitos de avaliação formativa e somativa estão diretamente atrelados a esses objetivos e constituem aspectos fundamentais no planejamento e desenvolvimento dos programas educacionais.

A avaliação formativa está a serviço da aprendizagem. Toda intervenção educacional, em maior ou menor grau, é feita com base em informações colhidas em procedimentos avaliativos de natureza formativa. Assim sendo, as principais funções da avaliação formativa são: permitir que o estudante monitore seu próprio aprendizado; prover informações relativas ao seu nível de desenvolvimento e identificar possíveis fortalezas e fragilidades no seu processo de aprendizagem.

A avaliação somativa está a serviço da seleção. No processo somativo, avaliamos com o objetivo de tomar decisões relativas à certificação, seleção e ao progresso do estudante. Assim sendo, as principais funções da avaliação somativa são: assegurar que os indivíduos atingiram qualificações mínimas exigidas; identificar indivíduos que alcançaram o nível requerido para progredir para o nível seguinte; selecionar os melhores candidatos para o determinado programa. Nos cursos de graduação, o processo somativo serão sempre permeados por procedimentos formativos. A combinação de ambas formas de avaliação guiará a seleção dos instrumentos, as estratégias de aplicação das avaliações, a interpretação dos escores e análise dos resultados.
Promover o aprendizado, melhorar as práticas educacionais e dar suporte efetivo às decisões envolvidas no currículo figuram entre os três principais objetivos da avaliação.